• Anúncio Global
    Respostas
    Exibições
    Última mensagem

jUROS SIMPLES E COMPOSTOS 2

jUROS SIMPLES E COMPOSTOS 2

Mensagempor MJC » Ter Nov 04, 2008 11:35

CARO FÁBIO, ESTOU COM ALGUMAS DUVIDAS PARA RESOLVER ALGUNS EXERCICIOS, SE VOCÊ OU ALGUEM DO FÓRUM PUDER ME AJUDAR, FICAREI MUITO AGRADEÇIDO.

VAMOS LÁ COM A PRIMEIRA


Um investidor aplicou R$ 3.000,00 , e ao final de dois anos, recebeu um montante
de R$ 12.146,80 . Sabendo-se que a taxa média mensal de inflação do período de
aplicação foi 1,2 % , calcular a taxa mensal de rendimento real da operação.
MJC
Novo Usuário
Novo Usuário
 
Mensagens: 7
Registrado em: Ter Mai 06, 2008 10:39
Área/Curso: Estudante
Andamento: cursando

Re: jUROS SIMPLES E COMPOSTOS 2

Mensagempor MJC » Ter Nov 04, 2008 20:18

Após a postagem da dúvida, visitei o fórum e verifiquei que ao redigir a questão, havia cometido o assassinato da língua portuguesa com um tremendo mal "agradeçido". Apesar do fórum ser de matemática, não tenho o direito de cometer tão grande asneira. Perdão. :$
MJC
Novo Usuário
Novo Usuário
 
Mensagens: 7
Registrado em: Ter Mai 06, 2008 10:39
Área/Curso: Estudante
Andamento: cursando

Re: jUROS SIMPLES E COMPOSTOS 2

Mensagempor fabiosousa » Qua Nov 05, 2008 17:51

Olá MJC!

Você citou no título juros simples e compostos, mas trata-se de apenas juros compostos, não?
Acredito que você tenha que primeiramente encontrar a taxa efetiva i_e, a partir da expressão para juros compostos:

M = C \cdot (1+i_e)^n

12146,80 = 3000 \cdot (1+i_e)^{24}

Depois pensamos na taxa real i_r, sendo i_i a taxa de inflação:

1+i_e = (1+i_r)\cdot (1+i_i)
Fábio Sousa
Equipe AjudaMatemática.com
| bibliografia | informações gerais | arquivo de dúvidas | desafios

"O tolo pensa que é sábio, mas o homem sábio sabe que ele próprio é um tolo."
William Shakespeare
Avatar do usuário
fabiosousa
Colaborador Administrador - Professor
Colaborador Administrador - Professor
 
Mensagens: 881
Registrado em: Qui Jul 19, 2007 10:58
Formação Escolar: GRADUAÇÃO
Área/Curso: Licenciatura em Matemática IME-USP
Andamento: formado


Voltar para Matemática Financeira

 



  • Tópicos relacionados
    Respostas
    Exibições
    Última mensagem

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 6 visitantes

 



Assunto: Taxa de variação
Autor: felipe_ad - Ter Jun 29, 2010 19:44

Como resolvo uma questao desse tipo:

Uma usina de britagem produz pó de pedra, que ao ser depositado no solo, forma uma pilha cônica onde a altura é aproximadamente igual a 4/3 do raio da base.
(a) Determinar a razão de variação do volume em relação ao raio da base.
(b) Se o raio da base varia a uma taxa de 20 cm/s, qual a razão de variação do volume quando o raio mede 2 m?

A letra (a) consegui resolver e cheguei no resultado correto de \frac{4\pi{r}^{2}}{3}
Porem, nao consegui chegar a um resultado correto na letra (b). A resposta certa é 1,066\pi

Alguem me ajuda? Agradeço desde já.


Assunto: Taxa de variação
Autor: Elcioschin - Qua Jun 30, 2010 20:47

V = (1/3)*pi*r²*h ----> h = 4r/3

V = (1/3)*pi*r²*(4r/3) ----> V = (4*pi/9)*r³

Derivando:

dV/dr = (4*pi/9)*(3r²) -----> dV/dr = 4pi*r²/3

Para dr = 20 cm/s = 0,2 m/s e R = 2 m ----> dV/0,2 = (4*pi*2²)/3 ----> dV = (3,2/3)*pi ----> dV ~= 1,066*pi m³/s


Assunto: Taxa de variação
Autor: Guill - Ter Fev 21, 2012 21:17

Temos que o volume é dado por:

V = \frac{4\pi}{3}r^2


Temos, portanto, o volume em função do raio. Podemos diferenciar implicitamente ambos os lados da equação em função do tempo, para encontrar as derivadas em função do tempo:

\frac{dV}{dt} = \frac{8\pi.r}{3}.\frac{dr}{dt}


Sabendo que a taxa de variação do raio é 0,2 m/s e que queremos ataxa de variação do volume quando o raio for 2 m:

\frac{dV}{dt} = \frac{8\pi.2}{3}.\frac{2}{10}

\frac{dV}{dt} = \frac{16\pi}{15}