• Anúncio Global
    Respostas
    Exibições
    Última mensagem

[Problema envolvendo determinante]

[Problema envolvendo determinante]

Mensagempor DPassos » Ter Set 03, 2013 12:32

Estudei esse problema de determinante várias vezes pra ver se conseguia montar a matriz, porém não entendi os três tópicos que aparecem no enunciado, não entendi qual pode ser a região i e j, a questão de atribuição de valor 1 e 0, principalmente o zero, pois para mim todas as torres transmitem. E não entendi a lógica do último tópico quando diz que: uma torre não transmite sinal para ela mesma. Não posso nem falar muito das minhas tentativas de resolução, pois o máximo que entendi é que a matriz tem que ser quadrada - para encontrar determinante - Também gostaria de saber se o determinante encontrado tem que ser elevado ao quadrado?

O enunciado é o seguinte:

O esquema abaixo apresenta três torres repetidoras de telefonia celular que permitem a comunicação entre as regiões R1, R2 e R3. O sentido de cada seta indica que a torre de uma região transmite sinal para outra.



Seja A=(aij) a matriz que descreve as transmissões de sinais apresentadas no esquema, sendo que:

* aij=1 significa que há transmissão de sinal da torre repetidora da região i para torre repetidora da região j
* aij=0 significa que não há transmissão de sinal da torre repetidora da região i para a torre repetidora da região j
* Considere que uma torre repetidora não transmite sinal para ela mesma.

A partir dessas informações, o valor do determinante da matriz A^2 é:

Observação: caso a imagem da representação das torres na apareça no anexo que coloquei, fica aqui uma descrição da imagem: São três círculos (representação das torres), a disposição dos círculos forma um triângulo. Do círculo R1 sai um seta apontando para R2, do R1 uma apontando para o R3, do R3 uma apontando para R2, do R2 uma apontando para R1 e do R3 uma apontando para R1. a disposição dos círculos é esta:

R1 R2

R3
Anexos
Torres.jpg
Torres.jpg (13.26 KiB) Exibido 9876 vezes
DPassos
Novo Usuário
Novo Usuário
 
Mensagens: 2
Registrado em: Ter Set 03, 2013 11:35
Formação Escolar: ENSINO MÉDIO
Área/Curso: biologia
Andamento: cursando

Re: [Problema envolvendo determinante]

Mensagempor temujin » Ter Set 03, 2013 14:07

Olá.

Uma matriz A=(aij) é um arranjo onde vc tem i linhas e j colunas. Monte sua matriz de modo que vc tenha como linhas R1, R2 e R3 e como colunas tb R1, R2 e R3:

Imagem

O que o seu enunciado diz é que se a torre i transmite para a torre j, o valor de aij é 1. Se não transmite é 0. Ainda, nenhuma torre transmite para ela mesma, logo se i=j, então aij=0. Ou seja, na diagonal principal, Ri=Rj vc já sabe que terá 0 em cada entrada.

Agora, olhando para o seu desenho, vc vê que R3 transmite para R2, mas R2 não transmite para R3. Logo, vc terá que a23 = 0 e a32=1 ou que a23=1 e a32=0 (não importa qual, desde que aij=0 implique aji=1). Portanto, a sua matriz ficará:

Imagem

Basta agora calcular o determinante da matriz A. Como ele pede o det(A^2), lembre-se que pelo teorema de Binet det(AB)=det(A).det(B), portanto det(A^2)=det(A).det(A)
temujin
Usuário Parceiro
Usuário Parceiro
 
Mensagens: 69
Registrado em: Qui Mar 14, 2013 15:11
Formação Escolar: GRADUAÇÃO
Área/Curso: Economia
Andamento: formado

Re: [Problema envolvendo determinante]

Mensagempor tatobonito » Dom Fev 28, 2016 22:44

.
tatobonito
Novo Usuário
Novo Usuário
 
Mensagens: 1
Registrado em: Dom Fev 28, 2016 22:40
Formação Escolar: ENSINO MÉDIO
Área/Curso: informatica
Andamento: cursando


Voltar para Matrizes e Determinantes

 



  • Tópicos relacionados
    Respostas
    Exibições
    Última mensagem

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 4 visitantes

 



Assunto: Taxa de variação
Autor: felipe_ad - Ter Jun 29, 2010 19:44

Como resolvo uma questao desse tipo:

Uma usina de britagem produz pó de pedra, que ao ser depositado no solo, forma uma pilha cônica onde a altura é aproximadamente igual a 4/3 do raio da base.
(a) Determinar a razão de variação do volume em relação ao raio da base.
(b) Se o raio da base varia a uma taxa de 20 cm/s, qual a razão de variação do volume quando o raio mede 2 m?

A letra (a) consegui resolver e cheguei no resultado correto de \frac{4\pi{r}^{2}}{3}
Porem, nao consegui chegar a um resultado correto na letra (b). A resposta certa é 1,066\pi

Alguem me ajuda? Agradeço desde já.


Assunto: Taxa de variação
Autor: Elcioschin - Qua Jun 30, 2010 20:47

V = (1/3)*pi*r²*h ----> h = 4r/3

V = (1/3)*pi*r²*(4r/3) ----> V = (4*pi/9)*r³

Derivando:

dV/dr = (4*pi/9)*(3r²) -----> dV/dr = 4pi*r²/3

Para dr = 20 cm/s = 0,2 m/s e R = 2 m ----> dV/0,2 = (4*pi*2²)/3 ----> dV = (3,2/3)*pi ----> dV ~= 1,066*pi m³/s


Assunto: Taxa de variação
Autor: Guill - Ter Fev 21, 2012 21:17

Temos que o volume é dado por:

V = \frac{4\pi}{3}r^2


Temos, portanto, o volume em função do raio. Podemos diferenciar implicitamente ambos os lados da equação em função do tempo, para encontrar as derivadas em função do tempo:

\frac{dV}{dt} = \frac{8\pi.r}{3}.\frac{dr}{dt}


Sabendo que a taxa de variação do raio é 0,2 m/s e que queremos ataxa de variação do volume quando o raio for 2 m:

\frac{dV}{dt} = \frac{8\pi.2}{3}.\frac{2}{10}

\frac{dV}{dt} = \frac{16\pi}{15}