• Anúncio Global
    Respostas
    Exibições
    Última mensagem

[Eletricidade - Campo, Tensão e Corrente] Bóson de Higgs

Dúvidas pendentes de estatística ou outras áreas (física, química etc), aguardando bacharéis dispostos e habilitados a ajudar.
Regras do fórum

  1. Não envie somente enunciados de problemas, informe suas tentativas e dificuldades!

    Queremos que a "ajuda" represente um trabalho interativo, pois saber especificar a dúvida exige estudo.

    Serão desconsiderados tópicos apenas com enunciados, sem interação. Nosso objetivo não é resolver listas de exercícios;



  2. Para não haver má interpretação em suas postagens, especialmente na precedência das operações, utilize LaTeX, podendo ser a partir do botão "editor de fórmulas".


    Bons estudos!

[Eletricidade - Campo, Tensão e Corrente] Bóson de Higgs

Mensagempor raimundoocjr » Dom Dez 16, 2012 19:15

01. (UEPA-2013) No dia 4 de julho de 2012, foi anunciada a descoberta do bóson de Higgs, a partícula responsável por fornecer a massa das outras partículas da natureza. Para produzir o bóson de Higgs um conjunto de aceleradores de partículas aplicou uma diferença de potencial máxima de 7x10¹² V em um feixe de prótons. No primeiro estágio do experimento, os prótons foram acelerados em um túnel retilíneo (acelerador linear). Após essa fase, os prótons foram direcionados para um acelerador circular de 27 km de circunferência. O conjunto de aceleradores que fizeram parte do experimento é chamado de LHC.
Dados: carga elétrica do próton=1,6.{10}^{-19} C, velocidade da luz no vácuo = 300000 km/s
I. A energia cinética adquirida por um próton, inicialmente em repouso e submetido à d.d.p. máxima gerada pelo LHC. é aproximadamente igual a 1,1.{10}^{-9} J.
II. Se a d.d.p. de 7x10¹² V fosse gerada por um campo elétrico uniforme de 50 kV/m, em um tubo de TV, o comprimento desse tubo seria igual a 140000 km.
III. Se a energia cinética máxima de um feixe de prótons fosse usada para acender uma lâmpada de 100 W, durante 1 s, a ordem de grandeza do número de prótons desse feixe seria igual a 10¹¹.
IV. A corrente elétrica transportada por um feixe de {10}^{6} prótons movendo-se dentro do acelerador circular do LHC a 90% da velocidade da luz no vácuo é igual a 1,6.{10}^{-9} A.
A alternativa que contém todas as afirmativas corretas é:
a) I e II
b) I e III
c) II e III
d) II e IV
e) III e IV

Tentativa de Resolução;
Se alguém puder discutir o item IV, agradeço.

Gabarito Preliminar: D
raimundoocjr
 

Re: [Eletricidade - Campo, Tensão e Corrente] Bóson de Higgs

Mensagempor young_jedi » Dom Dez 16, 2012 21:59

temos que a carga é

q=10^6.1,6.10^{-19}

q=1,6.10^{-13} C

se eles percorrem o trajeto em uma velocidade de 90 % a da luz então

v=(0,9).300000

v=27.10^4 km/s

se o trajeto circular é de 27 km então nos temos

\frac{27 km}{\Delta t}=27.10^4

\Delta t=10^{-4} s

este é o tempo que a carga leva para completar uma volta

temos que a corrente é a variação de carga pelo tempo

i=\frac{q}{\Delta t}

i=\frac{1,6.10^{-13}}{10^{-4}}

i=1,6.10^9 A
young_jedi
Colaborador Voluntário
Colaborador Voluntário
 
Mensagens: 1238
Registrado em: Dom Set 09, 2012 10:48
Formação Escolar: GRADUAÇÃO
Área/Curso: Engenharia Elétrica - UEL
Andamento: formado

Re: [Eletricidade - Campo, Tensão e Corrente] Bóson de Higgs

Mensagempor raimundoocjr » Seg Dez 17, 2012 14:18

Boa explicação. Em resumo também pode ser escrita da seguinte maneira;
|eˉ|=|{p}^{+}|
Q=neˉ
i=Q/∆t
v=∆S/∆t

Portanto;
i=(n.|eˉ|.v)/∆S

SI (Sistema Internacional);
n={10}^{6}
|eˉ|=1,6.{10}^{-19}
v=2,7.{10}^{8}
∆S=2,7.{10}^{4}
raimundoocjr
 


Voltar para Dúvidas Pendentes (aguardando novos colaboradores)

 



  • Tópicos relacionados
    Respostas
    Exibições
    Última mensagem

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 2 visitantes

 



Assunto: método de contagem
Autor: sinuca147 - Seg Mai 25, 2009 09:10

Veja este exercício:

Se A = {x \in Z \hspace{1mm} | \hspace{1mm} \frac{20}{x} = n, n \in N} e B = {x \in R \hspace{1mm} | \hspace{1mm} x = 5m, m \in z}, então o número de elementos A \cap B é:

Eu tentei resolver este exercício e achei a resposta "três", mas surgiram muitas dúvidas aqui durante a resolução.

Para determinar os elementos do conjunto A, eu tive de basicamente fazer um lista de vinte dividido por todos os números naturais maiores que zero e menores que vinte e um, finalmente identificando como elementos do conjunto A os números 1, 2, 4, 5, 10 e 20. Acho que procedi de maneira correta, mas fiquei pensando aqui se não existiria um método mais "sofisticado" e prático para que eu pudesse identificar ou ao menos contar o número de elementos do conjunto A, existe?

No processo de determinação dos elementos do conjunto B o que achei foi basicamente os múltiplos de cinco e seus opostos, daí me surgiram estas dúvidas:

existe oposto de zero?
existe inverso de zero?
zero é par, certo?
sendo x um número natural, -x é múltiplo de x?
sendo z um número inteiro negativo, z é múltiplo de z?
sendo z um número inteiro negativo, -z é múltiplo de z?

A resposta é 3?

Obrigado.


Assunto: método de contagem
Autor: Molina - Seg Mai 25, 2009 20:42

Boa noite, sinuca.

Se A = {x \in Z \hspace{1mm} | \hspace{1mm} \frac{20}{x} = n, n \in N} você concorda que n só pode ser de 1 a 20? Já que pertence aos naturais?
Ou seja, quais são os divisores de 20? Eles são seis: 1, 2, 4, 5, 10 e 20.
Logo, o conjunto A é A = {1, 2, 4, 5, 10, 20}

Se B = {x \in R \hspace{1mm} | \hspace{1mm} x = 5m, m \in z} você concorda que x será os múltiplos de 5 (positivos e negativos)? Já que m pertence ao conjunto Z?
Logo, o conjunto B é B = {... , -25, -20, -15, -10, -5, 0, 5, 10, 15, 20, 25, ...

Feito isso precisamos ver os números que está em ambos os conjuntos, que são: 5, 10 e 20 (3 valores, como você achou).

Vou responder rapidamente suas dúvidas porque meu tempo está estourando. Qualquer dúvida, coloque aqui, ok?

sinuca147 escreveu:No processo de determinação dos elementos do conjunto B o que achei foi basicamente os múltiplos de cinco e seus opostos, daí me surgiram estas dúvidas:

existe oposto de zero? sim, é o próprio zero
existe inverso de zero? não, pois não há nenhum número que multiplicado por zero resulte em 1
zero é par, certo? sim, pois pode ser escrito da forma de 2n, onde n pertence aos inteiros
sendo x um número natural, -x é múltiplo de x? Sim, pois basta pegar x e multiplicar por -1 que encontramos -x
sendo z um número inteiro negativo, z é múltiplo de z? Sim, tais perguntando se todo número é multiplo de si mesmo
sendo z um número inteiro negativo, -z é múltiplo de z? Sim, pois basta pegar -z e multiplicar por -1 que encontramos x

A resposta é 3? Sim, pelo menos foi o que vimos a cima


Bom estudo, :y:


Assunto: método de contagem
Autor: sinuca147 - Seg Mai 25, 2009 23:35

Obrigado, mas olha só este link
http://www.colegioweb.com.br/matematica ... ro-natural
neste link encontra-se a a frase:
Múltiplo de um número natural é qualquer número que possa ser obtido multiplicando o número natural por 0, 1, 2, 3, 4, 5, etc.

Para determinarmos os múltiplos de 15, por exemplo, devemos multiplicá-lo pela sucessão dos números naturais:

Ou seja, de acordo com este link -5 não poderia ser múltiplo de 5, assim como 5 não poderia ser múltiplo de -5, eu sempre achei que não interessava o sinal na questão dos múltiplos, assim como você me confirmou, mas e essa informação contrária deste site, tem alguma credibilidade?

Há e claro, a coisa mais bacana você esqueceu, quero saber se existe algum método de contagem diferente do manual neste caso:
Para determinar os elementos do conjunto A, eu tive de basicamente fazer um lista de vinte dividido por todos os números naturais maiores que zero e menores que vinte e um, finalmente identificando como elementos do conjunto A os números 1, 2, 4, 5, 10 e 20. Acho que procedi de maneira correta, mas fiquei pensando aqui se não existiria um método mais "sofisticado" e prático para que eu pudesse identificar ou ao menos contar o número de elementos do conjunto A, existe?