• Anúncio Global
    Respostas
    Exibições
    Última mensagem

Aplicações de Derivadas

Aplicações de Derivadas

Mensagempor lucasabreuo » Seg Mai 06, 2019 11:56

[Aplicações de Derivadas]

Prezados, bom dia!

Alguém poderia me ajudar como começo a resolver o problema abaixo? Eu sei que preciso usar derivada, mas não estou sabendo por onde começar uma vez que tem as constantes.

Um modelo para dispersão de um rumor é dado pela equação:

Capturar.PNG
equacao
Capturar.PNG (2.46 KiB) Exibido 1474 vezes


onde p(t) é a proporção da população que já ouviu o boato no tempo t e a e k são constantes positivas.

(a) Quando a metade da população terá ouvido um rumor?
(b) Quando ocorre a maior taxa de dispersão do boato?

Obrigado!
lucasabreuo
Novo Usuário
Novo Usuário
 
Mensagens: 3
Registrado em: Dom Mai 05, 2019 23:37
Formação Escolar: GRADUAÇÃO
Área/Curso: Sistemas de Informação
Andamento: cursando

Re: Aplicações de Derivadas

Mensagempor adauto martins » Sex Jul 05, 2019 12:32

esse problema nao apresenta condiçoes iniciais p. se determinar um numero especifico de populaçao.vamos achar as constantes a e k ,por pura deduçao e inferencias...vamos la!...
primeiramente,temos que:
0\prec p(t)\prec 1,pois...
a.{e}{^{}}^{-kt}\succ 0 \Rightarrow 1+ {e}{^{}}^{-kt}\succ 1\Rightarrow
1/(1+ {e}{^{}}^{-kt})\prec 1...para t=0,teremos q. ter pelo menos 2 pessoas p.dizer do rumor,logo:
p(0)=1/2 \Rightarrow 1/2=1/(1+a.{{e}^{}}^{-k.0})=1/(1+a)\Rightarrow a=1......
para achar k,teremos q. novamente inferir,mas com deduçao...
como se tem um rumor e n pessoas,podemos entao considerar p(t)=1/n...
1/n=1/(1+{e}^{-kt})\Rightarrow n=1+{e}^{-kt}...
n-1={e}^{-kt}\Rightarrow ln(n-1)=-kt,t=1\Rightarrow k=-ln(n-1)...
como k é positivo,teremos q. ter :
n-1\prec 1\Rightarrow n\prec 2...logo,n é natural,o menor numero maior q. 2 é 3...logo,tomaremos
para t=1,n=3...
1/3=1/(1+{{e}^{}}^{-k})\Rightarrow {{e}^{}}^{-k}=2

k=-ln(2)...1/3=1/(1+{{e}^{}}^{-k})\Rightarrow {{e}^{}}^{-k}=2

k=-ln(2)......portanto,teremos:
p(t)=1/(1+{e}^{-(-ln(2)t)})=1/(1+{{e}^{}}^{ln(2)t})...
a)
pelo q. deduzimos,podemos ter:
n=1+{e}^{ln(2)t},onde n e o numero de pessoas da populaçao que participa do rumor...
agora vem o problema que nao traz uma condiçao,o numero total da populaçao...
b)
p'(t)=0 e acha-se o tempo,resolva-o!...
adauto martins
Colaborador Voluntário
Colaborador Voluntário
 
Mensagens: 762
Registrado em: Sex Set 05, 2014 19:37
Formação Escolar: EJA
Área/Curso: matematica
Andamento: cursando

Re: Aplicações de Derivadas

Mensagempor adauto martins » Dom Jul 07, 2019 17:07

uma correçao:
como feito anteriormente,chegamos em:
n\prec 2... ou memos p/n=2...,teriamos:
k=-ln(1-1)=-\infty,ou k=-ln(2-1)=0,fato que nao resolveriamos o problema,pois k\succ 0...
n=3,foi erro meu,pois a condiçao é de n\succ 2,sendo n um natural,entao pelas condiçoes dadas do problema,nao havera soluçao...obrigado...
adauto martins
Colaborador Voluntário
Colaborador Voluntário
 
Mensagens: 762
Registrado em: Sex Set 05, 2014 19:37
Formação Escolar: EJA
Área/Curso: matematica
Andamento: cursando


Voltar para Cálculo: Limites, Derivadas e Integrais

 



  • Tópicos relacionados
    Respostas
    Exibições
    Última mensagem

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 11 visitantes

 



Assunto: [Função] do primeiro grau e quadratica
Autor: Thassya - Sáb Out 01, 2011 16:20

1) Para que os pontos (1,3) e (-3,1) pertençam ao grafico da função f(X)=ax + b ,o valor de b-a deve ser ?

2)Qual o maior valor assumido pela função f : [-7 ,10] em R definida por f(x) = x ao quadrado - 5x + 9?

3) A função f, do primeiro grau, é definida pos f(x)= 3x + k para que o gráfico de f corte o eixo das ordenadas no ponto de ordenada 5 é?


Assunto: [Função] do primeiro grau e quadratica
Autor: Neperiano - Sáb Out 01, 2011 19:46

Ola

Qual as suas dúvidas?

O que você não está conseguindo fazer?

Nos mostre para podermos ajudar

Atenciosamente


Assunto: [Função] do primeiro grau e quadratica
Autor: joaofonseca - Sáb Out 01, 2011 20:15

1)Dados dois pontos A=(1,3) e B=(-3,1) de uma reta, é possivel definir a sua equação.

y_{b}-y_{a}=m(x_{b}-x_{a})

1-3=m(-3-1) \Leftrightarrow -2=-4m \Leftrightarrow m=\frac{2}{4} \Leftrightarrow m=\frac{1}{2}

Em y=mx+b substitui-se m, substitui-se y e x por um dos pares ordenados, e resolve-se em ordem a b.

3=\frac{1}{2} \cdot 1+b\Leftrightarrow 3-\frac{1}{2}=b \Leftrightarrow b=\frac{5}{2}



2)Na equação y=x^2-5x+9 não existem zeros.Senão vejamos

Completando o quadrado,

(x^2-5x+\frac{25}{4})+9-\frac{25}{4} =0\Leftrightarrow (x-\frac{5}{2})^2+\frac{11}{4}=0

As coordenadas do vertice da parabola são (\frac{5}{2},\frac{11}{4})

O eixo de simetria é a reta x=\frac{5}{2}.Como se pode observar o vertice está acima do eixo Ox, estando parabola virada para cima, o vertice é um mínimo absoluto.Então basta calcular a função para os valores dos extremos do intervalo.

f(-7)=93
f(10)=59