• Anúncio Global
    Respostas
    Exibições
    Última mensagem

Balanceamento de produção por estatística

Balanceamento de produção por estatística

Mensagempor fabioalencar » Sáb Fev 25, 2017 12:14

Preciso da ajuda de vocês para um cálculo fácil pra vocês.

Tenho uma linha de produção e nessa linha de produção eu tenho uma meta mensal de fabricação para 03 produtos.

- 50 produtos X fabricados esse mês.
- 1215 produtos Y fabricados esse mês.
- 350 produtos Z fabricados esse mês.

Para a produção desses produtos são necessários 5 funcionários, porém, não é comprovado que essa quantidade é eficaz. Sendo 4 funcionários para a fabricação direta e 1 funcionário para validação dos produtos.

A pergunta é a seguinte:
Qual método estatístico tenho que utilizar para saber quantas amostras terei que retirar de cada produto X, Y e Z, com esse funcionário da validação, de modo que eu consiga entregar todas as amostras validadas representando a população total. E como fazer para incluir nesse calculo, caso a produção aumente, que seja solícito o aumento da quantidade de funcionários e, caso a produção diminua, seja solicito a remoção de funcionários, porém, entrengando na mesma qualidade de validação das amostras anteriores e a produção da quantidade atual. A validação é uma patrulha de qualidade nos produtos e é necessária para detecção prévia de defeitos críticos.

O que já tentei:

Tentei utilizar esta fórmula para o calculo das amostras, porém, não estou conseguindo incluir nela a varíavel funcionários para que eu possa mensurar a real necessidade para a produção dos produtos, ou seja, se vou colocar mais funcionários ou diminuí-los.

n=\frac{N*.Z^2.p.(1-p)}{(N-1).e^2+Z^2).p.(1-p)}

legenda:
n = O tamanho da amostra que queremos calcular
N = Tamanho do universo
Z = É o desvio do valor médio que aceitamos para alcançar o nível de confiança desejado. Em função do nível de confiança que buscamos, usaremos um valor determinado que é dado pela forma da distribuição de Gauss. Os valores mais frequentes são:

Nível de confiança 90% -> Z=1,645
Nível de confiança 95% -> Z=1,96
Nível de confiança 99% -> Z=2,575

e = É a margem de erro máximo que eu quero admitir (p.e. 5%)

p = É a proporção que esperamos encontrar. A exemplo temos os gêneros (homem e mulher) 50%.

Como podem notar na fórmua está faltando a varíavel quantidade de pessoas (funcionários) para a quantidade de amostras, ou seja, se a produção aumentar aumentamos as quantidades de patrulhas, logo, aumentamos também a quantidade de amostras e ainda necessitamos saber se será necessário aumentar a quantidade de funcionários. Lembrando que a produção é durante a semana, ou seja, 5 dias úteis de 08:00h às 18:00h.

Existe alguma maneira de realizar esse cálculo neste sentido, ou seja, verificando se a quantidade de pessoas na patrulha é suficiente, se as horas do dia e os dias da semana serão suficientes para contemplar os testes nas amostras representando toda a população da produção?

Não sei se isso é complexo demais ou eu que sou fraco demais em estatística mas espero que tenha alguém neste querido fórum que possa me ajudar.

Atenciosamente,
Fabio Alencar.
fabioalencar
Novo Usuário
Novo Usuário
 
Mensagens: 3
Registrado em: Sáb Fev 25, 2017 11:52
Formação Escolar: GRADUAÇÃO
Área/Curso: Engenharia Mecânica
Andamento: formado

Re: Balanceamento de produção por estatística

Mensagempor fabioalencar » Seg Fev 27, 2017 16:14

up
fabioalencar
Novo Usuário
Novo Usuário
 
Mensagens: 3
Registrado em: Sáb Fev 25, 2017 11:52
Formação Escolar: GRADUAÇÃO
Área/Curso: Engenharia Mecânica
Andamento: formado

Re: Balanceamento de produção por estatística

Mensagempor fabioalencar » Qua Mar 01, 2017 21:43

up
fabioalencar
Novo Usuário
Novo Usuário
 
Mensagens: 3
Registrado em: Sáb Fev 25, 2017 11:52
Formação Escolar: GRADUAÇÃO
Área/Curso: Engenharia Mecânica
Andamento: formado


Voltar para Estatística

 



  • Tópicos relacionados
    Respostas
    Exibições
    Última mensagem

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 2 visitantes

 



Assunto: Princípio da Indução Finita
Autor: Fontelles - Dom Jan 17, 2010 14:42

Não sei onde este tópico se encaixaria. Então me desculpem.
Eu não entendi essa passagem, alguém pode me explicar?
2n \geq n+1 ,\forall n \in\aleph*
O livro explica da seguinte forma.
1°) P(1) é verdadeira, pois 2.1 \geq 1+1
2°) Admitamos que P(k), k \in \aleph*, seja verdadeira:
2k \geq k+1 (hipótese da indução)
e provemos que 2(k+1) \geq (K+1)+1
Temos: (Nessa parte)
2(k+1) = 2k+2 \geq (k+1)+2 > (k+1)+1


Assunto: Princípio da Indução Finita
Autor: MarceloFantini - Seg Jan 18, 2010 01:55

Boa noite Fontelles.

Não sei se você está familiarizado com o Princípio da Indução Finita, portanto vou tentar explicar aqui.

Ele dá uma equação, no caso:

2n \geq n+1, \forall n \in \aleph^{*}

E pergunta: ela vale para todo n? Como proceder: no primeiro passo, vemos se existe pelo menos um caso na qual ela é verdadeira:

2*1 \geq 1+1

Portanto, existe pelo menos um caso para o qual ela é verdadeira. Agora, supomos que k seja verdadeiro, e pretendemos provar que também é verdadeiro para k+1.

\mbox{Suponhamos que P(k), }k \in \aleph^{*},\mbox{ seja verdadeiro:}
2k \geq k+1

\mbox{Vamos provar que:}
2(k+1) \geq (k+1)+1

Daí pra frente, ele usou o primeiro membro para chegar em uma conclusão que validava a tese. Lembre-se: nunca saia da tese.

Espero ter ajudado.

Um abraço.


Assunto: Princípio da Indução Finita
Autor: Fontelles - Seg Jan 18, 2010 02:28

Mas, Fantini, ainda fiquei em dúvida na passagem que o autor fez (deixei uma msg entre o parêntese).
Obrigado pela ajuda, mesmo assim.
Abraço!


Assunto: Princípio da Indução Finita
Autor: Fontelles - Qui Jan 21, 2010 11:32

Galera, ajuda aí!
Por falar nisso, alguém conhece algum bom material sobre o assunto. O livro do Iezzi, Matemática Elementar vol. 1 não está tão bom.


Assunto: Princípio da Indução Finita
Autor: MarceloFantini - Qui Jan 21, 2010 12:25

Boa tarde Fontelles!

Ainda não estou certo de qual é a sua dúvida, mas tentarei novamente.

O que temos que provar é isso: 2(k+1) \geq (k+1)+1, certo? O autor começou do primeiro membro:

2(k+1)= 2k+2

Isso é verdadeiro, certo? Ele apenas aplicou a distributiva. Depois, partiu para uma desigualdade:

2k+2 \geq (k+1)+2

Que é outra verdade. Agora, com certeza:

(k+1)+2 > (k+1)+1

Agora, como 2(k+1) é \geq a (k+1)+2, e este por sua vez é sempre > que (k+1)+1, logo:

2(k+1) \geq (k+1)+1 \quad \mbox{(c.q.d)}

Inclusive, nunca é igual, sempre maior.

Espero (dessa vez) ter ajudado.

Um abraço.


Assunto: Princípio da Indução Finita
Autor: Caeros - Dom Out 31, 2010 10:39

Por curiosidade estava estudando indução finita e ao analisar a questão realmente utilizar a desigualdade apresentada foi uma grande sacada para este problema, só queria tirar uma dúvida sobre a sigla (c.q.d), o que significa mesmo?


Assunto: Princípio da Indução Finita
Autor: andrefahl - Dom Out 31, 2010 11:37

c.q.d. = como queriamos demonstrar =)


Assunto: Princípio da Indução Finita
Autor: Abelardo - Qui Mai 05, 2011 17:33

Fontelles, um bom livro para quem ainda está ''pegando'' o assunto é:'' Manual de Indução Matemática - Luís Lopes''. É baratinho e encontras na net com facilidade. Procura também no site da OBM, vais encontrar com facilidade material sobre PIF... em alguns sites que preparam alunos para colégios militares em geral também tem excelentes materiais.


Assunto: Princípio da Indução Finita
Autor: MarceloFantini - Qui Mai 05, 2011 20:05

Abelardo, faz 1 ano que o Fontelles não visita o site, da próxima vez verifique as datas.


Assunto: Princípio da Indução Finita
Autor: Vennom - Qui Abr 26, 2012 23:04

MarceloFantini escreveu:Abelardo, faz 1 ano que o Fontelles não visita o site, da próxima vez verifique as datas.

Rpz, faz um ano que o fulano não visita o site, mas ler esse comentário dele enquanto respondia a outro tópico me ajudou. hAUEhUAEhUAEH obrigado, Marcelo. Sua explicação de indução finita me sanou uma dúvida sobre outra coisa. :-D


cron