• Anúncio Global
    Respostas
    Exibições
    Última mensagem

Método de Cramer

Método de Cramer

Mensagempor Stephani » Dom Mai 24, 2015 16:07

Método de cramer

Minha duvida é a respeito do método de Cramer.
Tenho o seguinte exercicio

2X + Y + Z = 8
-3X + Y -2Z= -9
5X + 2X -Z = 5

Bem, pelos exemplos que encontrei as tres incógnitas encontram-se sempre na mesma linha (coluna), o que não acontece aqui. E a segunda duvida é quanto à forma de solucionar. Ja tentei de várias formas, mas não tenho nenhuma incógnita sozinha ( ex: x=1) para que eu possa multiplicar a função por -2 ou por -5 afim de anular o termo X.
Não sei como fazer e estou em desespero pq tenho que entregar amanhã
Stephani
Novo Usuário
Novo Usuário
 
Mensagens: 2
Registrado em: Dom Mai 24, 2015 15:53
Formação Escolar: GRADUAÇÃO
Área/Curso: administração
Andamento: cursando

Re: Método de Cramer

Mensagempor Cleyson007 » Dom Mai 24, 2015 16:53

Olá, Stephani!

Seja bem-vinda ao Ajuda Matemática.

Vou te passar os passos, me acompanhe por favor.

O valor das incógnitas são encontrados da seguinte forma:

x1 = D1/D

x2 = D2/D

x3 = D3/D

1°) Devemos encontrar a matriz incompleta desse sistema linear que será chamada de A. Essa matriz incompleta é composta dos coeficientes de x, y e z.
2°) Calcule o determinante da matriz obtida no primeiro passo.
3°) Agora devemos substituir os termos independentes na primeira coluna da matriz A, formando assim uma segunda matriz que será representada por Ax..
4°) Calcule o determinante da matriz Ax.
5°) Substituímos os termos independentes na segunda coluna da matriz incompleta formando a matriz Ay.
6°) Calcule o determinante da matriz Ay.
7°) Substituindo os termos independentes do sistema na terceira coluna da matriz incompleta formaremos a matriz Az.
8°) Calcule o determinante da matriz Ay.

Tente fazer sozinha com os passos que te passei e, se caso não conseguir, me contate por favor que combinamos direitinho.

E-mail: descomplicamat@hotmail.com

WhatsApp: (38) 9889-5755

Prof° Clésio
A Matemática está difícil? Não complica! Mande para cá: descomplicamat@hotmail.com

Imagem
Avatar do usuário
Cleyson007
Colaborador Voluntário
Colaborador Voluntário
 
Mensagens: 1216
Registrado em: Qua Abr 30, 2008 00:08
Formação Escolar: GRADUAÇÃO
Área/Curso: Matemática UFJF
Andamento: formado

Re: Método de Cramer

Mensagempor Stephani » Dom Mai 24, 2015 17:30

Ola.
Muito obrigada pela resposta tão rápida.
Olha só eu fiz exatamente como falou.
Descobri "delta", depois "DeltaX"
"DeltaY" e "DeltaZ"
Mas gostaria que observasse o exercício, pois nao encontro as respostas de forma alguma.
Fa fiz outros exercícios e todos deram respostas que constavam no gabarito..mas essas não batem.

1- X, Y e Z não se encontram na mesma coluna, um embaixo do outro.
Neste caso deveria considerar o y da terceira fileira como 0?
Priemira. 2x +Y + Z =8
Segunda -3+ Y -2 Z= -9
Terceira 5X +2X (novamente X) -Z= 5
A minha outra duvida é :
Todos os exemplos que tomei no "vestibulandia" tem uma incongnita sozinha..
exemplo:
3X -Y +Z= 4
X + Y + Z= 6
2X + Y -2Z = -2
Nos sistemas com esse modelo eu consigo respostas coerentes, mas no meu exercicio nao.
Sera que a própria questao não está errada?
Stephani
Novo Usuário
Novo Usuário
 
Mensagens: 2
Registrado em: Dom Mai 24, 2015 15:53
Formação Escolar: GRADUAÇÃO
Área/Curso: administração
Andamento: cursando

Re: Método de Cramer

Mensagempor Cleyson007 » Dom Mai 24, 2015 18:01

Olá Stephani!

Já está sem e-mail. :y:

Att,

Prof° Clésio
A Matemática está difícil? Não complica! Mande para cá: descomplicamat@hotmail.com

Imagem
Avatar do usuário
Cleyson007
Colaborador Voluntário
Colaborador Voluntário
 
Mensagens: 1216
Registrado em: Qua Abr 30, 2008 00:08
Formação Escolar: GRADUAÇÃO
Área/Curso: Matemática UFJF
Andamento: formado


Voltar para Matrizes e Determinantes

 



  • Tópicos relacionados
    Respostas
    Exibições
    Última mensagem

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 2 visitantes

 



Assunto: Taxa de variação
Autor: felipe_ad - Ter Jun 29, 2010 19:44

Como resolvo uma questao desse tipo:

Uma usina de britagem produz pó de pedra, que ao ser depositado no solo, forma uma pilha cônica onde a altura é aproximadamente igual a 4/3 do raio da base.
(a) Determinar a razão de variação do volume em relação ao raio da base.
(b) Se o raio da base varia a uma taxa de 20 cm/s, qual a razão de variação do volume quando o raio mede 2 m?

A letra (a) consegui resolver e cheguei no resultado correto de \frac{4\pi{r}^{2}}{3}
Porem, nao consegui chegar a um resultado correto na letra (b). A resposta certa é 1,066\pi

Alguem me ajuda? Agradeço desde já.


Assunto: Taxa de variação
Autor: Elcioschin - Qua Jun 30, 2010 20:47

V = (1/3)*pi*r²*h ----> h = 4r/3

V = (1/3)*pi*r²*(4r/3) ----> V = (4*pi/9)*r³

Derivando:

dV/dr = (4*pi/9)*(3r²) -----> dV/dr = 4pi*r²/3

Para dr = 20 cm/s = 0,2 m/s e R = 2 m ----> dV/0,2 = (4*pi*2²)/3 ----> dV = (3,2/3)*pi ----> dV ~= 1,066*pi m³/s


Assunto: Taxa de variação
Autor: Guill - Ter Fev 21, 2012 21:17

Temos que o volume é dado por:

V = \frac{4\pi}{3}r^2


Temos, portanto, o volume em função do raio. Podemos diferenciar implicitamente ambos os lados da equação em função do tempo, para encontrar as derivadas em função do tempo:

\frac{dV}{dt} = \frac{8\pi.r}{3}.\frac{dr}{dt}


Sabendo que a taxa de variação do raio é 0,2 m/s e que queremos ataxa de variação do volume quando o raio for 2 m:

\frac{dV}{dt} = \frac{8\pi.2}{3}.\frac{2}{10}

\frac{dV}{dt} = \frac{16\pi}{15}